quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Objectivos e metas a alcançar no próximo ano lectivo



O final do ano é a altura que a maioria das pessoas elege para fazer as suas resoluções para o ano seguinte, mas comigo sempre foi diferente. O meu ano é como o ano lectivo, parece que começa em Setembro e acaba em Julho. Penso que acontece o mesmo com a maioria das mães. 

Em Agosto tento desligar de tudo e de todos, até porque o trabalho não abunda. Chego ao final do mês sempre com metas mentais para alcançar, mas raramente as pus em prática. Ou se pus não me lembro, pois não me dei ao trabalho de as escrever. 

Assim, este ano, resolvi apontar alguns dos objectivos que me fui lembrando ao longo das férias. A maioria são coisas simples, mas que, como o nascimento da princesa, ficaram em standby. 

Resolvi partilhar com vocês para me darem uma ajuda a completar a lista.

1. Desligar as tecnologias às 22h e deitar-me cedo

Ganhei o péssimo hábito de ir para a cama com o telemóvel atrás (porque é o meu despertador) e dou por mim a ver as redes sociais e coisas sem interesse a altas horas da noite, quando fazia muito melhor se tivesse a dormir.
Para agravar a situação, quando o marido não está (que é 1/3 do ano), invento coisas para fazer. Por mais sono que tenha, há sempre algo a terminar e dou por mim a deitar-me perto da 1h. 

2. Beber um copo de água com limão em jejum e beber mais água ao longo do dia

Depois de uma noite descansada, nada melhor que começar o dia com uma boa hidratação. A água com limão não faz milagres, mas ajuda a eliminar as toxinas acumuladas durante a noite, sendo um diurético natural; facilita a digestão e o tracto intestinal; equilibra o pH do nosso organismo; e auxilia o sistema imunológico.

3. Não ter preguiça de ir ao tapete (prática do yoga)

Comecei a praticar yoga há alguns anos (9 para ser exacta). Apesar de muitas interrupções, por diversas razões (ter um trabalho que mais parecia caixeira viajante do que nutricionista; viver fora do país; o dinheiro não abundar; etc), o yoga sempre fez parte de mim. 
Com o nascimento da Baby C, tornou-se mais complicado ir ao shala (nem sempre o pai pode ficar com ela) e optei por praticar em casa. Tinha tudo para dar certo, uma vez que a minha prática é bastante sólida. Mas é tão fácil deixar para amanhã e tão difícil manter o compromisso...
Este ano, quero ir ao tapete as 4x/semana que costumava ir, nem que seja por pouco tempo.

Nota: Para os que não estão familiarizados com o Ashtanga yoga (estilo que pratico), este é praticado tradicionalmente 6x/sem. No entanto, como faço dança 2x/sem, tento contrabalançar e fazer yoga apenas 4x. 

4. Meditar

Nunca meditei com intenção, mas sinto que me faz falta. A meditação melhora a concentração, a autodisciplina, a consciência e a serenidade, que é o que mais preciso de momento!

5. Ler e estudar mais

Dei conta que não lia há quase 2 anos. Basicamente desde que a princesa nasceu. 
Este verão desforrei-me e li 3 romances! Que saudades!!
Também tenho de me aplicar mais nos artigos científicos e na actualidade. Dou por mim à conversa com outras pessoas e a sentir-me ultrapassa porque não leio um jornal há tanto tempo que tenho vergonha de dizer.

6. Namorar

Sem ser uma romântica nata, sempre mantive a chama acesa da relação com mimos e surpresas. Ora, isso morreu com a princesa. Quais mimos quais quê! Não há tempo, paciência ou vontade para tal!
Mas não pode ser... É fundamental manter uma relação saudável a dois, nem que seja entre quatro paredes. Vamos lá fazer o esforço, que no final sabe bem!

7. Ser mais assídua no blogue!

Com as férias, casamento e trabalho, descurei no blogue. Não é bom nem para mim, nem para quem me acompanha. Por isso, prometo ser mais consistente e tentar publicar sempre às quartas-feiras. :)

8. Aceito sugestões!! :D

Até breve!