quinta-feira, 31 de março de 2016

PÓLEN: Um super alimento

O pólen é um produto elaborado por abelhas jovens, que recolhem o pólen das flores, "amassam" com as suas próprias secreções e formam um pequeno grão que o transportam para a colmeia.
Quando o compramos, apresenta-se sob a forma de granulo, tal como é recolhido das abelhas.  
Pode-se misturar com líquidos ou com alimentos (iogurte, por exemplo), para uma melhor absorção. 

Mas afinal o que tem o pólen de tão especial
É o seu teor em minerais e oligoelementos que o torna um alimento muito completo e rico nutricionalmente. 
A quantidade de aminoácidos essenciais e o teor proteico elevado, com elevada assimilação, também o torna bastante interessante para os desportistas e vegetarianos. 
O facto de ser bastante rico em carotenos, vitaminas do complexo B (nomeadamente B6 e ácido fólico), torna-o muito interessante para as mulheres e futuras mamãs. 

Cuidados a ter na compra: ver a pureza do produto. Não se esqueça de olhar sempre os ingredientes para ver se não tem substâncias tóxicas associadas. 
O pólen de abelha não deve ser processado ou desidratado, uma vez que o calor remove os nutrientes e enzimas do mesmo. O pólen de abelha liofilizado é a melhor opção disponível. 

segunda-feira, 7 de março de 2016

Salada Fresca

Como prometido, aqui está uma receita simples e rápida, para as mamãs que enjoam muito e perdem o apetite no início da gravidez.

Esta salada tem um conjunto de ingredientes que, não só atenuam as náuseas como saciam até uma próxima refeição.

Também é uma óptima salada para os dias quentes, que tanto ansiamos.

Bom proveito!

Ingredientes:
- 1 laranja cortada aos pedaços
- Mix de legumes para salada: alface iceberg, rúcula, chicória, radicchio, canónigos, etc..
- 1 colher de sopa de mirtilos secos (ou tâmaras sem caroço cortadas às fatias)
- 1/2 colher de sobremesa de sementes de girassol
- 1/2 colher de sobremesa de sementes de abóbora
- 1 colher de sobremesa de pinhões
- Folhas de hortelã (a gosto)
- Sumo de limão
- Sal q.b

Preparação:
Misturar todos os ingredientes (muito bem lavados) e temperar com o sumo de limão e sal.

quarta-feira, 2 de março de 2016

Quem enjoa durante a gravidez ponha o dedo no ar!

Eu! 

Quem disse que gravidez é um estado de graça não enjoou 3 meses (ou mais) com certeza! E quais enjoos matinais? Realmente começam de manhã, mas duram o dia inteiro (pelo menos no meu caso). 

Infelizmente, não existe uma fórmula mágica para acabar com todo o enjoo, mas há alguns truques para minimizá-lo que, podem ou não funcionar, dependendo da lactente. 

Evitar fritos e alimentos gordurosos;
Não beber líquidos durante as refeições (beber nos intervalos);
Chupar gelo - consumir um cubo de gelo 40 minutos antes das refeições e  optar por alimentos frios ou à temperatura ambiente. A baixa temperatura atenua os receptores de paladar, o que pode ajudar na deglutição do alimento.
Beber sumos de frutas cítricas ou cheirar um limão também ajuda a amenizar a náusea; beber chá gelado com limão ou colocar rodelas de limão na água com gás. Outros alimentos ácidos, como o abacaxi e laranja, também funcionam.
Como estas frutas são ricas em ácido fólio (vitamina do complexo B que estimula a formação dos ácidos digestivos), favorece o esvaziamento gástrico e diminui o surgimento de enjoos.
Fazer pequenas refeições em menor intervalo de tempo;
Não ficar muito tempo sem comer. Quanto mais tempo de estômago vazio, mais enjoada vai ficar;
Comer devagar e mastigar bem os alimentos;
Escovar os dentes ou lavar a boca com frequência.
Beber oito a dez copos de água ou chá (frio) entre as refeições para evitar desidratação. Esta medida minimiza a pressão no estômago, reduzindo a ocorrência de refluxo. 
Limitar a cafeína, incluindo refrigerantes à base de cola, café e chá preto ou verde.
Dar preferência aos alimentos secos, como amêndoas, tostas, pães, bolachas (sem recheio). A consistência desse tipo de alimento auxilia no controle da sialorreia (aumento da produção de saliva), um dos sintomas comuns durante a náusea.
Incluir gengibre na alimentação. Pesquisas recentes mostram que o gengibre ajuda a acalmar o estômago. Pode-se cortar em fatias ou ralar o gengibre para fazer um chá. Já existe inclusive comprimidos à base de gengibre, próprios para a grávida. 

No meu caso, o que mais me ajudava eram as frutas cítricas e o chá frio de gengibre e limão que fazia. Era fundamental não chegar a ter fome, caso contrário passava o dia a vomitar. 
Também tomei os comprimidos de gengibre, mas só me ajudavam a passar o enjoo no momento. 
As bolachas de água e sal também passaram a fazer parte do meu dia a dia, apesar de não ser fã e de não recomendar. No entanto, em caso de desespero, vale tudo! :D

Espero que não estejam a passar pelo mesmo, mas se tiverem, que usufruam destas dicas! 

Amanhã vou fazer uma salada, boa para estas ocasiões, e publico aqui a receita. 


Até já!